Dos ringues vicentinos para o mundo, Eduardo de Oliveira sonha alto


Foto: Divulgação


Natural de Palmares (PE), Eduardo de Oliveira, 22 anos, migrou para São José do Rio Preto (SP) aos sete anos. Com a essência do esporte em suas raízes, o jovem, através de seu pai, que era boxeador, se interessou pela modalidade e decidiu se especializar. Em 2018, aos 18 anos, ele passou a treinar com o professor da Prefeitura de São Vicente, Michel Rodrigues, que, desde 2003, contribui com o projeto do Município, formando novos atletas.

Talentoso e apaixonado pela modalidade, Eduardo participou de diversas competições amadoras até atingir o profissionalismo. E o sucesso foi questão de tempo. O atleta tem em seu currículo conquistas como o bicampeonato do Torneio Galo de Ouro Infantil, medalha de bronze no Campeonato Brasileiro Cadete e bronze no Campeonato Paulista de Elite. Em busca da ascensão à categoria profissional, Eduardo foi se aprimorando no boxe com a ajuda de Michel. “São Vicente foi muito importante em minha formação. Através dos torneios, conheci o professor Michel. Com a ajuda dele e do projeto da Cidade, tive a oportunidade de lutar várias vezes e realizar treinamentos nas melhores academias do Brasil”, explica. Eduardo conta que Michel também foi essencial no trabalho de motivação. “Ele é uma das pessoas mais importantes em minha trajetória, pois sempre me colocou entre os melhores atletas do Brasil, correndo atrás de lutas e torneios e me dando total oportunidade no esporte”. Após mostrar seu talento, Eduardo despertou interesse de grandes empresas esportivas, fazendo com que ele assinasse com a norte-americana USA Fight Game. “Ele tinha muito potencial. Fomos para o Rio de Janeiro, onde ele iria lutar. No ringue, deu um show e derrotou o adversário”, contou o professor Michel Carvalho. A repercussão da vitória foi tamanha, que as filmagens chegaram ao atleta Yamaguchi Falcão, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, na categoria meio-pesado. O boxeador ficou impressionado com a capacidade de Eduardo e ajudou na intermediação com a empresa norte-americana. Por conta da pandemia, o boxeador voltou ao Brasil e passou alguns dias treinando no Centro de Treinamento Carlinhos Furacão, no Ginásio Poliesportivo Dondinho, em preparação para uma luta que será realizada em 24 de julho, em Guarulhos. “Não vejo a hora de poder voltar aos Estados Unidos e representar o meu país”, comenta o esportista. Com muita luta e dedicação, Eduardo busca atingir o ápice de um atleta: “Meu sonho é ser campeão mundial e poder ajudar outras pessoas através do boxe”, concluiu. Centro de Treinamento Carlinhos Furacão Em 22 de junho, a Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Esportes (Sespor), inaugurou o Centro de Treinamento Carlinhos Furacão, no Ginásio Poliesportivo Dondinho (Rua Travessa do Parque, nº 1.000 – Catiapoã), em homenagem ao atleta que carrega a bandeira da Cidade. As aulas são gratuitas e sem restrições de idade, disponíveis nos períodos da manhã, tarde e noite. Os interessados devem comparecer ao ginásio, levando cópia do documento oficial, duas fotos 3x4 e comprovante de residência. São Vicente dispõe de um projeto que traz pessoas em situação de vulnerabilidade para o esporte. Idealizado por Cidinha de Oliveira, ex-presidente da Federação de Boxe do Estado de São Paulo (Febesp), a iniciativa Resgatando com os Punhos, já promoveu diversos talentos à modalidade. “Nossa proposta é fomentar o esporte, para que mais atletas sejam formados e também contribuir com a formação de caráter na vida das pessoas”, explica o professor Michel Carvalho. “Nosso intuito é incentivar o esporte de alto rendimento, que contribui com a saúde física e mental do cidadão. Com compromisso e amor à causa, traremos um esporte digno aos vicentinos”, comentou o secretário de Esportes, Wagner Paraguay.


Fonte: Prefeitura de São Vicente

0 visualização0 comentário